Logo da campanha mundial de prevenção da doença renal.

            O Dia Mundial do Rim, ocorrido na quinta-feira (13) é uma data destinada a informar  os cuidados necessários com esse órgão vital. Com o tema 1 em 10. O Rim envelhece, assim como nós, instituições do País inteiro se dedicaram a  difundir a estimativa alarmante de que 10% da população possuiu algum grau de perda da função renal. O lema escolhido para a campanha preventiva, ainda alerta que os rins ficam mais suscetíveis a problemas em brasileiros com idade acima de 65 anos, fazendo o percentual subir para 30% e 50% nessa faixa etária. Em grande parte dos casos, cuidados prévios evitariam complicações ou até mesmo impediriam que o rim adoecesse.

         “O objetivo dos profissionais da saúde no Dia Mundial do Rim é conscientizar sobre a busca dos sinais da doença renal, visando detectá-la cedo e evitar sua progressão”, afirma o diretor técnico da Cardio Nefroclínica João José Freitas.  Trabalhar nesse sentido foi o objetivo da equipe da Cardio Nefroclínica com a ação realizada em dois turnos do dia 13 de março. No hospital Santa Casa de Misericórdia de Sant’Ana do Livramento, colaboradores distribuíram panfletos explicativos sobre os cuidados necessários. Veja na imagem, o material informativo da campanha, disponibilizado ao público, sugerido pela Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Fique atento

         O diagnóstico precoce é, sem dúvida um dos principais aliados da qualidade de vida dos pacientes renais. Por isso, é importante ficar atendo aos fatores de risco: diabetes, hipertensão, idade acima de 65 anos e histórico da doença na família. Nesses casos, é fundamental fazer acompanhamento médico e realizar os exames indicados (glicemia, colesterol, triglicerídios, creatinina, exame parcial de urina,  microalbuminualbuminuria 24 horas). Aliados a esses cuidados, existem atitudes ajudam no bom funcionamento dos seus rins. Confira abaixo.

Para garantir uma boa saúde:

• Beba no mínimo 2 litros de água diariamente.

• Controle o consumo de sal. Evite enlatados, conservas e outros tipos de alimentos industrializados.

• Cuide com o excesso de bebidas alcoólicas.

• Pare de fumar ou reduza aos poucos o número de cigarros consumidos.

• Pratique exercício físico regularmente.

• Controle o estresse psicossocial.

• Tenha o controle permanente do diabetes e da pressão arterial.

Texto Amanda Ziani

Category: cycle, Notícias

Deixe um comentário