Uma Campanha diferente

junho 25, 2018 | Posted by juliana | No Comments »

Doações devidamente separadas para a entrega.

Há mais de dez anos, roupas e acessórios são periodicamente recolhidos na Cardio Nefroclínica (CNC) para aquecer o inverno de quem precisa. A Campanha do Agasalho de 2018 trouxe uma novidade. Os beneficiários, todos pacientes do serviço de diálise, mais do que receberem as doações, puderam detalhar as suas necessidades e de seus familiares. Ao todo, 7 famílias receberam os 71,650 kg de agasalhos, entregues nos dias 7 e 8 de junho.

De acordo com a assistente social da CNC, Isabel Terres, o processo da Campanha deste ano foi originado para evitar o equívoco recorrente em projetos beneficentes, em que os doadores apontam os beneficiários. Buscou-se o caminho inverso a partir de uma triagem prévia, realizada com os pacientes da CNC que manifestaram vontade de integrar a campanha. Identificadas as pessoas, a assistente social mapeou a realidade sócio-econômica dos participantes, com o objetivo de direcionar as quantidade e a qualidade das doações, de acordo com os tamanhos de roupas e calçados necessários.

Ao longo dos quatro dias de entrevistas, os participantes também foram convidados a avaliar a Campanha do Agasalho. O resultado foi unanime com relação à vontade de que continuem ocorrendo coletas de donativos, inclusive de alimentos. “Essa é uma Campanha que ocorre em diversas instituições da cidade, neste período do ano, então buscamos beneficiar internamente as pessoas necessitadas. Isso ainda aproxima os colaboradores dos pacientes e promove a solidariedade entre quem convive”, avalia Terres.

Campanhas Assistenciais  

Realizadas para suprir carências da comunidade, as campanhas assistenciais integram as práticas da CNC há 16 anos. Atualmente, a coleta e entrega de donativos ocorre em dois momentos do ano, nos meses de inverno e no período que antecede o Natal. De acordo com a diretora Geral da CNC, Juliana Freitas, as campanhas de doação sempre conseguiram suprir a demanda dos pacientes e já chegaram a ser estendidas a pacientes do Hospital Santa Casa. “Ajudar nossos pacientes carentes é uma ação pontual que fazemos dentro do nosso foco atual de atuação socialmente responsável que inclui ainda projetos de médio e longo prazo, como a elaboração e fortalecimento da rede de diagnóstico e tratamento do paciente com doença renal no âmbito do SUS”, resume a gestora.

Category: cycle, Notícias, Sem categoria

Deixe um comentário